sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Guia da Jana: Feira Hippie de Ipanema

A "Feirinha de Ipanema", como chamo, é o tipo do lugar que é ruim mas é bom. Eu explico: é que olhando assim você vê um monte de turista, preços nem tão amigos e aquele bando de gente pra lá e pra cá...Ihh, deu vontade de ir pra casa né? Mas ficando alguns instantes você percebe muita coisa linda e de qualidade - tudo num só lugar e no bairro mais charmoso do Rio de Janeiro. ;)


Tenho um amor especial pelas peças de prata, coisa que deve ter vindo com o DNA de mamãe, que adora. Lá você trata direto com o artista e isto significa: 1) peças mais baratas. 2) possibilidade de fazer encomendas ou personalizações. Fora que foi o único lugar em que eu achei anéis pequenos o bastante para caber nos meus dedos.
O anel de lacinho e o de folhinhas foram da feira. Prata de qualidade, preço de biju!
Alexa inspired de diferentes acabamentos e cores.
Outro item que me encanta bastante lá são os artigos em couro. As bolsas e mochilas saem a preço de shopping em promoção (ou seja, caro para uma feira, normal se compardo às lojas de shopping) e o que as valoriza mesmo é a abundância de modelos e cores. Tem muita coisa "inspired", inclusive a Alexa, amada por 9 a cada 10 blogueiras. Essas custam R$190,00 no cartão e R$170,00 em dinheiro. Quem ainda procura a sua, corre lá no stand Di Beto, que não lembro o número, mas é fica na fila A desse mapa.


 Essas bolsinhas podem ser usadas de 3 formas diferentes. São iguais a do último LLT.
Também tem muita coisa para decoração - esculturas, quadros, espelhos, tapetes, puffs etc, mas é preciso ficar atento às réplicas toscas e aos preços. Recomendo que se compre na feira apenas o que for (ou parecer) exclusivo de seus artistas.
Falei muito de preço nesse post e tenho que ressaltar: feira é lugar de pexinxar! Se você não sabe fazer isso, leve alguém que saiba. Os vendedores já estão acostumados e sempre rola um descontinho pra quem sabe pedir.
Tiaras e headbands.
Cintinhos e Chanel inspired, mil variações.



Segurança: A feira é aberta, um ponto turístico, então é essencial tomar certos cuidados. Evite levar muitas bolsas, acessórios caros e máquinas fotográficas a vista. Não é que você vá ser assaltado, mas não custa previnir.
Alimentação: Não gosto de comprar nada de comer na feira, muito menos naquelas "baianas" de acarajé (boa baiana que sou, só como acarajé em Salvador!). Se você quer fazer um lanche ou refeição mais completa, recomendo a pizzaria do mercado Zona Sul ou o restaurante Banana Jack, ambos grudadinhos na praça onde rola a feirinha.
Transporte: Tem uma saída do metrô na praça e também o ponto final dos ônibus de integração que saem, por exemplo, da Barra. Muitos ônibus comuns também passam pela praça e não é difícil encontrar táxis. O estacionamento é mais complicado e talvez você só encontre vagas em ruas próximas aos "cuidados" de flanelinhas.

Feira Hippie de Ipanema: Domingos, 7h às 19h. Praça General Osório, Ipanema, Rio de Janeiro.

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Ai bem que podia ter uma dessa aqui em Salvador né? Ou tem e eu que sou desinformada? haha =)Apaixonei por esses aneis, essas bolsas, mochilas, cintos... haha EU QUEROW!

    ResponderExcluir
  2. Amei seu blog, os post são muitos bons, e já estou seguindo aqui.
    Se puder me segue de volta?
    Meu blog é recente, infelizmente meu antigo blog foi deletado por alguém maldoso.

    Beijooos!

    ResponderExcluir
  3. ah, eu adoro a feirinha! a ultima vez que passei por la ja tava quase vazio mas eu consegui comprar um elefantinho de pedra> :)

    ResponderExcluir